A menina dos meus olhos

Os anjos cantam a liberdade dada, a sabedoria soprada em nossos pulmões.

Todos os dias vem sobre mim a imagem perfeita de ti, andando pelos meus pensamentos e consumindo todo o meu coração, me fazendo pensar sobre o certo e o errado, em ti eu me deleito e me rendo para todas as coisas, só assim entendo o que é certo e errado para mim, guardando todas as coisas como a menina dos meus olhos!

Deus vem falando muito comigo através do livro de provérbios sobre a sabedoria, o discernimento e o entendimento. A palavra de Deus nos fala que a sabedoria vale mais que o ouro e a prata e que ela nos guardará dos caminhos maus. Mas o que mais tem falado comigo é analogia da sabedoria ser a menina dos nossos olhos e Deus nos orientando para ficarmos longe da casa da mulher imoral. Em provérbios 7:1-2 fala: “Meu filho, siga os meus conselhos e grave na memória as minhas instruções.Obedeça aos meus mandamentos e você viverá feliz; guarde os meus ensinamentos como a menina dos seus olhos.” e logo depois no versículo 6-7 fala: “Certo dia, eu estava observando, da janela de minha casa,e vi um jovem sem juízo, sem a menor noção do que é certo e errado.”

O que vejo nessas duas passagens é que o Temor de Deus é o princípio da sabedoria e isso significa que precisamos nos render a Deus e entender que Ele é quem nos direcionará para o que é certo e errado. No versículo 7 fala que um jovem sem juízo e sem a menor noção do que é CERTO e ERRADO, mostra claramente que seu coração está voltado para si mesmo e para aquilo que entende como certo e errado, mas também nos mostra que ele não tem a menor noção, quando estamos longe de Deus começamos a cair no auto engano de que sabemos as melhores coisas para nós e isso é um problema porque não vemos o buraco que estamos nos enfiando e para os prazeres que estamos nos entregando e como é fácil sermos enganados, olha o que fala no versículo 8-21:

8 Ele vinha pela rua, junto à casa de certa mulher, andando de lá para cá, próximo da casa dela.
9 Era ao anoitecer, as sombras da noite se aproximavam, crescia a escuridão.
10 A mulher saiu para se encontrar com ele; ela era bem ousada, e com muita malícia tentou provocar o jovem com suas roupas de prostituta.
11 Ela era vulgar e atrevida, uma mulher que nunca para em casa;
12 ora está na rua, ora nas praças, ora nas esquinas, à espreita de homens para serem seus amantes.
13 Ela se aproximou do jovem, beijou-o e disse muito cinicamente:
14 “Tenho em casa a carne das ofertas de paz que hoje preparei no templo para cumprir meus votos.
15 Por isso vim procurá-lo e de repente você apareceu!
16 Minha cama está coberta com lindos lençóis de linho colorido, importados do Egito.
17 Minha cama está perfumada com mirra, aloés e canela.
18 Venha, vamos nos embriagar de carícias até o amanhecer; gozemos das delícias do amor!
19 Meu marido não está em casa, saiu para uma longa viagem
20 e, pela quantidade de prata que levou, não voltará antes da lua cheia”.
21 Assim, ela seduziu o jovem com suas palavras e o atraiu com sua conversa doce e mentirosa.

Isso nos mostra os caminhos que começamos a tomar e como é fácil sermos enganados pelo pecado e como isso pode gerar morte em nossas vidas. Mas em provérbios 9:10 fala:
10 O temor do Senhor é a chave da sabedoria, e o conhecimento do Santo é a verdadeira compreensão da vida.

E o que eu quero dizer com tudo isso é que a menina dos meus olhos nada mais é que a sabedoria que Deus derrama sobre mim e que nós como filhos devemos guardar, porque o princípio da sabedoria é o temor do Senhor e o temor do Senhor é nos rendermos e nos prostramos ao que o nosso Senhor diz como certo e errado, é entregarmos todos os nossos caminhos para ele e sermos guiados da melhor maneira possível, assim passaremos longe da casa da mulher imoral.

Por Pedro B. Santana

Davi, homem segundo o coração de Deus

Muitas coisas se escrevem sobre o porque Davi foi um homem segundo o coração de Deus, já ouvi e acho até que fiz comentários do tipo: “apesar da lambanças de Davi, ele ainda foi considerado um homem segundo o coração de Deus”. Que comentário mais “fail” rsrsrsrs

Porque Davi era um homem segundo o coração de Deus? Simplesmente porque Deus disse que ele era, simples! Deus não nos deu grandes análises do porque, qualquer coisa que se fale ou escreva é pura conclusão própria, erradas? Talvez não, mas o fato é que Deus falou isso antes mesmo de Davi ser rei e em decorrência a desobediência de Saul. 1Samuel 13:13-14 diz que Saul desobedeceu ao Senhor e por isso seu reinado não seria perpetuo em Israel, logo em seguida Samuel diz que o senhor procurou um homem segundo seu coração e o designou líder do povo.

Davi era músico e pastor de ovelhas, literalmente, e nessa posição foi que o senhor estabeleceu o reinado de Davi e o considerou segundo seu coração. Davi nem sonhava que seria rei e muito menos que o Senhor procurou e achou nele alguém segundo seu coração. Isso não é incrível? O que Davi tinha de especial aos nossos olhos? NADA! Nem seu pai considerou que ele pudesse ser o ungido, e apresentou todos os filhos a Samuel, menos Davi.

Sem nem desconfiar, boa parte da vida de Davi foi um treinamento, o temor a Deus, o destemor dos ursos e leões. Ele desenvolveu suas habilidades e caráter enquanto tocava harpa e apascentava ovelhas, tarefas que pra ele eram corriqueiras.

Fico pensando se sou sábia para aprender enquanto vivo e mansa para estar exatamente onde devo nessa hora, sem reclamar. O Senhor nos treina e nos usa de formas que nunca sonhamos. Um dia olharemos para trás e veremos o quanto da nossa jornada se tornou ferramentas nas mãos do Senhor.

Ficar atento e tirar o máximo de aprendizado do presente é o mais sábio a fazer e assim como Davi, ter certeza de quem é nosso Senhor e do seu poder nos fará “matar leões”, “matar ursos” e  “matar golias”.

Ao invés de lamentar sobre nossa posição hoje, pergunte ao Espírito Santo o que podemos aprender, se disponibilize para Seu chamado. Deixe o Senhor te encontrar e dizer “já escolhi alguém pra essa tarefa, alguém segundo o meu coração”.

Lembre-se, Deus não chamou Davi de homem segundo seu coração porque Ele tinha feito tudo como Deus queria, mas o chamou bem antes porque tinha certeza de que Davi faria. Um coração manso e obediente é o que Deus procura.

‘Disse Samuel: “Você agiu como tolo, desobedecendo ao mandamento que o Senhor, o seu Deus, deu a você; se tivesse obedecido, ele teria estabelecido para sempre o seu reinado sobre Israel. Mas agora o seu reinado não permanecerá; o Senhor procurou um homem segundo o seu coração e o designou líder de seu povo, pois você não obedeceu ao mandamento do Senhor ”. ‘ 1 Samuel 13:13-14

‘Depois de rejeitar Saul, levantou-lhes Davi como rei, sobre quem testemunhou: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração; ele fará tudo o que for da minha vontade’ . ‘ Atos 13:22 

Deus abençoa a escolha de Rute

Resumindo grossamente, Rute é uma moabita que ficou viúva e mesmo sem perspectiva escolheu ficar com sua sogra e seu povo, ou seja, Rute escolheu ser estrangeira entre o povo de Deus.

Muitas coisas aprendo com a história de Rute, mas quero destacar um tema principal que está no capítulo 2 do livro com mesmo nome. A Proatividade e excelência de Rute.

Por um lado a sogra que até mudou o nome de Noemi para Mara, que quer dizer Amarga, do outro Rute que ao invés de se amargurar e lamentar foi em busca de trabalho, já que todos os homens da família haviam morrido. Assim ela foi recolher espigas.

Não era o melhor trabalho do mundo, aliás na minha cabeça seria o pior porque trabalhar o dia todo debaixo do sol não deve ser moleza, mesmo assim Rute o executou com garra e excelência. Como sei disso? Veja o versículo 7 do capítulo 2: “Ela me pediu que a deixasse recolher e juntar espigas entre os feixes, após os ceifeiros. Ela chegou cedo e está em pé até agora. Só sentou-se um pouco no abrigo”.” 

A excelência e garra de Rute despertou o interesse de Boaz (dono da terra e mais tarde ela vem a saber que ele era seu resgatador) que resultou em favor/bênção. Vejo isso no versículo 8-9 do capítulo 2:  Disse então Boaz a Rute: “Ouça bem, minha filha, não vá colher noutra lavoura, nem se afaste daqui. Fique com minhas servas. Preste atenção onde os homens estão ceifando, e vá atrás das moças que vão colher. Darei ordem aos rapazes para que não toquem em você. Quando tiver sede, beba da água dos potes que os rapazes encheram”.” 

A atitude de Rute me mostra algumas coisas:

  1. Nossa condição, não necessariamente dita nosso futuro. Ser fiel traz bênção e não maldição. Ela ficou viúva, sem perspectivas, poderia ter voltado para seu povo e sua terra, mas ainda assim escolheu cuidar de sua sogra e estar com o povo de Deus. “Rute, porém, respondeu: “Não insistas comigo que te deixe e que não mais te acompanhe. Aonde fores irei, onde ficares ficarei! O teu povo será o meu povo e o teu Deus será o meu Deus!” Rute 1:16 
  2. Mesmo em meio a dificuldades, ficar parado não é uma boa escolha. Nosso movimento nos aproxima da bênção de Deus. “Rute, a moabita, disse a Noemi: “Vou recolher espigas no campo daquele que me permitir”.Rute 2:2
  3. Quando temos a motivação correta, Deus coloca pessoas no nosso caminho que acabam sendo portas abertas. “Então ela foi e começou a recolher espigas atrás dos ceifeiros. Casualmente entrou justo na parte da plantação que pertencia a Boaz, que era do clã de Elimeleque.” Rute 2:3
  4. A excelência traz o favor de Deus e das pessoas. “Boaz respondeu: “Contaram-me tudo o que você tem feito por sua sogra, depois que você perdeu o seu marido: como deixou seu pai, sua mãe e sua terra natal para viver com um povo que você não conhecia bem. O SENHOR retribua a você o que você tem feito! Que seja ricamente recompensada pelo SENHOR, o Deus de Israel, sob cujas asas você veio buscar refúgio!”” Rute 2:11-12 

Termino dizendo a mim mesma: “não fique parada lamentando tudo o que dá errado na vida, seja proativa, se movimente porque Deus se movimentará e abrirá portas e trará favor.”

 

Boca fechada não entra mosquito

Muitas coisas aprendemos em provérbios e se formos espertos, observamos nossos pontos de gargalo e meditamos como sábios ao invés de tolos.

Sempre fui bocuda e queixo duro, do tipo que não leva desaforo pra casa. Com a desculpa de dizer a verdade, ofendia. Aí vocês podem pensar: “verdade é verdade” e eu digo “VERDADE” (risos), mas a duras penas e muitas vezes com o coração ofendido tenho aprendido que nem toda verdade é pra ser dita ou precisa ser dita, aprendi também que a verdade dita no momento certo tem mais efetividade do que a verdade fora de hora.

Salomão diz assim no livro de Provérbios:

“A palavra proferida no tempo certo é como frutas de ouro incrustadas numa escultura de prata. Como brinco de ouro e enfeite de ouro fino é a repreensão dada com sabedoria a quem se dispõe a ouvir” (Pv 25:11-12)

Outra coisa que tenho aprendido é que a verdade dita em amor e não no solavanco derruba muros ao invés de erguer. Com o tempo percebi que a maneira como comunicava erguia muros tão altos entre mim e quem estava ouvindo que nem metade da conversa chegava aos ouvidos, batia e voltava. E isso também aprendi com Salomão.

“Com muita paciência pode-se converter a autoridade, e a língua branda quebra até os ossos” (Pv 25:15)

E por último, percebi que tudo isso depende de uma única coisa, que aliás é difícil pra caramba, o DOMÍNIO PRÓPRIO. Dominar-se é uma arte e está ligado a todo o nosso corpo, principalmente a língua.

Essa tem sido uma caminhada de exercícios duros. Sempre acerto? Óbvio que não, mas com a graça de Jesus, levanto e ao invés de lamentar, sigo buscando derrubar muros ao invés de ergue-los.

“Como a cidade com seus muros derrubados, assim é quem não sabe dominar-se” (Pv 25:28)

Na dúvida tenha em mente que BOCA FECHADA NÃO ENTRA MOSQUITO

Eclesiastes – sabedoria

“Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu:
tempo de nascer e tempo de morrer, tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou,
tempo de matar e tempo de curar, tempo de derrubar e tempo de construir,
tempo de chorar e tempo de rir, tempo de prantear e tempo de dançar,
tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las, tempo de abraçar e tempo de se conter,
tempo de procurar e tempo de desistir, tempo de guardar e tempo de lançar fora,
tempo de rasgar e tempo de costurar, tempo de calar e tempo de falar,
tempo de amar e tempo de odiar, tempo de lutar e tempo de viver em paz.”
Eclesiastes 3:1-8

Para tudo há uma ocasião!

“Melhor é ter um punhado com tranqüilidade do que dois punhados à custa de muito esforço e de correr atrás do vento.”
Eclesiastes 4:6

Porque no fim das contas o que importa é não correr atrás do vento.

Termino com o versículo que nos traz discernimento sobre toda a vida.

“Buscai pois em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiças e as demais coisas vos serão acrescentadas”

Prossigo buscando o Reino de Deus e esperando em fé que as demais coisas me sejam acrescentadas.