Não tem atalho

“Eu quero que vocês me amem e não que me ofereçam sacrifícios; em vez de me trazer ofertas queimadas, eu prefiro que o meu povo me obedeça.” Oseias 6:6 NTLH

Já percebeu que temos a tendência de fazer o que é mais fácil? Usar atalhos, propor caminhos mais curtos. Não poucas vezes nos esquecemos do processo ou reclamamos ao ter que passar por ele. Estamos sempre em busca do que é mais fácil, sabemos o que devemos fazer e mesmo assim buscamos fórmulas que facilitem e não exija tanto esforço e tempo. Na vida com Deus não é diferente.

O caminho para Deus é descrito claramente desde a antiguidade, sendo dividido apenas entre antes e depois de Cristo.

Na primeira fase, como diz o texto de Oseias, o povo demonstrava seu amor por Deus através da obediência à lei descrita desde a época de Moisés. Cumprir o que Deus planejou demonstrava o amor do povo por Deus e isso os aproximava, enquanto que a cada desobediência Deus se afastava e o povo se lascava!

Na segunda fase, essa que vivemos agora, nos aproximamos de Deus tendo fé que Jesus, seu filho foi enviado, morreu e ressuscitou para fazer um caminho entre nós e Deus, isso nos torna povo, filhos de Deus e como povo de Deus agradamos à Ele também obedecendo seus mandamentos, a diferença é que só conseguimos fazer isso se estamos unidos com Cristo, assim como diz essa passagem da primeira carta de João:

“Porém, se obedecemos aos ensinamentos de Deus, sabemos que amamos a Deus de todo o nosso coração. É assim que podemos ter certeza de que estamos vivendo unidos com Deus: Quem diz que vive unido com Deus deve viver como Jesus Cristo viveu.” 1João 2:5-6 NTLH

Assim como no velho testamento, Deus não espera de nós sacrifícios, que significa esforço. Então, hoje o sacrifício não é matar um animal, mas tentar nos esforçar com boas ações para ver se isso nos aproxima de Deus. O esforço um dia cansa e também não dá certo porque o parâmetro de bom ou ruim é nosso e isso não faz um caminho até Deus, apenas nos coloca bem conosco mesmo. Pensamos que boas ações nos torna aceitáveis, mas o que nos torna aceitáveis é viver unidos com Cristo e assim conhecer a Deus e fazer a sua vontade. Viver como Jesus viveu!

Não use atalhos, fortaleça sua fé, invista no seu relacionamento com Deus através de Jesus, cultivando o Espírito Santo que vive naqueles que receberam Jesus como único salvador. O tempo foi Deus que nos deu e se dentro do que ele mesmo nos deu não reservamos uma porção pra ele, então não podemos dizer que o amamos. Estar unido com Cristo, conhecer-lo através da sua Palavra (Bíblia), ter uma perspectiva e consequentemente comportamentos condizentes com os valores do Reino é que nos fará mais perto de Deus. Não tem atalho!

O problema de estar longe

Vou usar vários versículos do capítulo 15 do livro de 1 Samuel para falar sobre a problemática de estarmos longe de Deus. Como nos afastamos ou nos mantemos longe? Quando voluntariamente damos mais valor aos nossos afazeres do que a presença de Deus, quando achamos que sabemos a vontade de Deus apenas ouvindo pessoas falando a respeito, quando deliberadamente abrimos mão do secreto, quando escolhemos buscar solução em tudo, menos na Sua Palavra, quando reduzimos o sacrifício de Jesus, quando damos lugar aos desejos de nossa carne (leia GÁLATAS 5) e poderia fazer uma lista imensa de como aos poucos vamos ficando cada vez mais longe de Deus e do seu Reino, mas vou parar por aqui.

O problema de nos afastar de Deus é que começamos a relativizar aquilo que Ele fala, colocamos adendos achando que Deus se agradará mais do nosso modo de fazer e pensar do que cumprirmos fielmente o que nos manda, criamos conceitos paralelos aos descritos em sua Palavra.

Deus mandou que Saul matasse todo o povo, mas ele resolveu poupar o rei e ficar com o que o rei tinha de melhor. Mesmo sabendo que tinha cumprido parte da ordem, ele se justifica dizendo que o que não matou seria para sacrifício a Deus. Nesse mesmo capítulo diz que Saul tinha ido a algum monte para fazer um monumento para si próprio.

Nos afastar de Deus significa fazer de nós mesmos deuses, começamos a valorizar demais nossos pensamentos e ações e assim vamos nos afastando cada vez mais porque quando o orgulho e a soberba se instala é como se estivéssemos com uma venda nos olhos. Não é a toa que a Palavra fala que Deus resiste ao soberbo, mas dá graça ao humilde.

O soberbo sempre tem uma resposta e um porque, tem dificuldade em se submeter, não entende o senhorio de Jesus. O humilde entende quem é quem e se submete em obediência entendendo que os pensamentos de Deus são muito mais altos do que os nossos pensamentos e que seus caminhos muito melhores do que os nossos.

Temos que cuidar do nosso coração, alimentar nosso espírito para que estejamos sempre debaixo da poderosa mão de Deus e não de nossos próprios desejos, porque esse nos destrói enquanto os desejos do Pai nos trazem vida.

“Seguir o Espírito Santo conduz à vida e à paz, mas seguir a velha natureza leva à morte,” Romanos 8:6 NBV-P

“Arrependo-me de ter colocado Saul como rei, pois novamente ele me abandonou e não seguiu as minhas palavras”. Samuel ficou muito triste e clamou em oração ao Senhor toda a noite. Na manhã seguinte, ele levantou-se bem cedinho e saiu para encontrar Saul. Alguém disse a Samuel: “Saul foi para o monte Carmelo levantar um monumento para si próprio, e dali seguiu viagem para Gilgal”. Quando Samuel finalmente o encontrou, Saul o cumprimentou: “Que o Senhor o abençoe, Samuel! Cumpri a ordem do Senhor!” “Então o que significa esse balido de ovelhas e o mugido de bois que estou ouvindo?”, perguntou Samuel. “Os soldados não mataram o melhor das ovelhas e dos bois”, confessou Saul. “Esses animais vão ser sacrificados ao Senhor, o seu Deus; quanto ao restante, destruímos tudo”.1 Samuel 15:11-15 NBV-P

“E Samuel lhe disse: “Embora você fosse pequeno aos seus próprios olhos, você não foi escolhido cabeça das tribos de Israel? O Senhor não o ungiu rei sobre o povo de Israel? Ele lhe mandou um recado e disse: ‘Vá e destrua por completo aquele povo pecador, os amalequitas; lute contra eles até que morram todos’. Por que, pois, você não obedeceu ao Senhor? Por que se apressou em tomar o que os amalequitas possuíam, e fez exatamente o que o Senhor reprova?”” 1 Samuel 15:17-19 NBV-P

““Pelo contrário; eu obedeci ao Senhor ”, insistiu Saul. “Fiz o que ele me disse para fazer; trouxe o rei Agague, e matei todos os outros. E somente quando meus soldados exigiram é que lhes dei permissão para conservar o melhor das ovelhas e bois e o que os amalequitas possuíam, a fim de sacrificá-los ao Senhor ”. Samuel respondeu: “Acaso o Senhor tem tanto prazer em suas ofertas queimadas e sacrifícios, como tem em sua obediência? Obedecer é muito melhor do que sacrificar. Deus está muito mais interessado em que você atenda ao que ele ordena do que nas ofertas da gordura de carneiros.” 1 Samuel 15:20-22 NBV-P

“Porque a rebeldia é tão grave quanto o pecado de feitiçaria, e a teimosia é tão séria quanto adorar imagens. E agora, já que você rejeitou a palavra do Senhor, ele rejeitou você, para que não seja rei”.” 1 Samuel 15:23 NBV-P

Como você percebe?

Ouvi uma frase essa semana que diz: “Agimos de acordo não com o que sabemos, mas de acordo com o que percebemos”, e outra “achar caminhos para mudar a percepção e então por consequência mudar o comportamento”. Fiquei pensando muito nisso, quando eu digo muito, é muito mesmo. Essa é a maneira que funciono, quando leio ou quando escuto algo, fico ruminando por horas, as vezes passo o dia pensando, refletindo. Sou do tipo que “encasqueta”. É legal, tenta!

Quando eu estava já no meio do dia, precisei sair, estava dentro do carro quando pensei que era exatamente isso que o Reino de Deus nos propõe, uma mudança de mentalidade que nada mais é do que uma mudança de percepção. Deus nos propõe mudar a nossa percepção pela percepção dele e isso é maravilhoso porque em 100% das vezes nossa vida é mudada junto com nossa percepção. Uma mudança de dentro para fora.

“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2 ARC

Paulo ora pela igreja de Éfeso para que eles recebam um espírito de sabedoria e revelação. Essa oração é poderosa porque é o Espírito Santo que nos ajudará nesse processo de mudança de mente. Há alguns anos uso essa oração para que Deus se revele a mim e assim minhas percepções sejam mudadas.

“não cesso de dar graças a Deus por vós, lembrando-me de vós nas minhas orações, para que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai da glória, vos dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de revelação,” Efésios 1:16-17 ARC

Como diz o versículo de Romanos, escrito também pelo apóstolo Paulo, substituir a nossa percepção pela percepção de Deus nos fará experimentar sua boa, perfeita e agradável vontade.

Assim como Paulo, oro para que você, assim como eu possamos receber o espírito de sabedoria e de revelação para que possamos ter nossa mente renovada e assim experimentar a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.

Exponha-se a Deus e ao seu Reino através da leitura da Palavra, da oração e das demais disciplinas espirituais, é assim que proativamente nos colocamos na brecha para que nossas percepções mudem.

Tem muita coisa em mim que precisa de uma mudança de mente e eu quero experimentar tudo o que está disponível a mim através de Jesus. E você?

Parecia Incongruente

Estou eu aqui lendo Gênesis novamente, um dos livros da Bíblia que mais gosto porque muito explica sobre a humanidade, sobre comportamentos repetidos, sobre os planos de Deus e a maldade humana. É bom revisitar porque com a ajuda do Espírito Santo muitas coisas aprendo.

Nesse texto quero falar sobre os planos de Deus e como as vezes isso parece incongruente, ou seja, parece que a realidade não é compatível com suas promessas.

Deus promete a Abrão que ele seria pai de uma nação, disse que sua descendência não poderia ser contada, Deus a comparou as estrelas do céu e aos grãos de areia.

“Então, o levou fora e disse: Olha, agora, para os céus e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua semente. E creu ele no Senhor, e foi-lhe imputado isto por justiça.” Gênesis 15:5-6 ARC

Sabe qual incongruência? Sara, sua mulher era estéril e mesmo assim, esta concebeu Isaque na velhice conforme a promessa de Deus. Isaque se casou, tinha Deus como Senhor, assim como seu pai e Deus confirmou a sua promessa:

“E apareceu-lhe o Senhor e disse: Não desças ao Egito. Habita na terra que eu te disser; peregrina nesta terra, e serei contigo e te abençoarei; porque a ti e à tua semente darei todas estas terras e confirmarei o juramento que tenho jurado a Abraão, teu pai. E multiplicarei a tua semente como as estrelas dos céus e darei à tua semente todas estas terras. E em tua semente serão benditas todas as nações da terra, porquanto Abraão obedeceu à minha voz e guardou o meu mandado, os meus preceitos, os meus estatutos e as minhas leis. Assim, habitou Isaque em Gerar.” Gênesis 26:2-6 ARC

Sabe outra incongruência, parece que ser estéril era um problema familiar porque Rebeca, esposa de Isaque também teve dificuldades para engravidar, veja:

“Isaque orou ao Senhor por sua mulher, porque ela era estéril; e o Senhor lhe ouviu as orações, e Rebeca, sua mulher, concebeu.” Gênesis 25:21 ARA

Rebeca engravidou e gerou Esaú e Jacó. Jacó se casou com Lia e Raquel, esta segunda também era estéril, porém o Senhor olhou pro seu clamor e ela gerou filhos. No total Jacó (entre Lia, Raquel e suas duas servas) gerou 12 filhos dos quais uma nação inteira se formou, eram os hebreus.

O que eu quero dizer com isso? Deus fez uma promessa, a Bíblia diz que nosso Deus é verdadeiro e nele não há mentira. Embora a situação externa, indicasse que Abraão jamais seria pai de uma nação, Deus cumpriu a sua promessa e algo que seria muito relevante, o fato de ser estéril, não só uma geração, mas 3 gerações de mulheres estéreis se tornou irrelevante. Se Deus prometeu, ele cumpre.

Quais tem sido as promessas de Deus pra você? Será que suas lutas não tem sido exatamente para tentar te mostrar que Deus deixará de cumprir sua promessa? Mas assim como na vida de Abraão que creu, independente das circunstâncias, nós precisamos revisitar aquilo que Deus nos fala e crer que independente do que estamos vendo ou vivendo, Deus é um Pai que cumpre suas promessas. A fé foi e sempre será o combustível para vermos e recebermos o que Deus tem para nos dar. Troque o medo pela fé e veja quantas maravilhas Deus faz na sua vida para cumprir suas promessas.

Que Deus nos ajude a enxergar além de nossos olhos físicos e que nossa fé nos leve a crer em suas palavras que são verdadeiras, mesmo que eu não veja sei que Deus cumprirá todas as suas promessas e isso é motivo de paz e alegria.

PONTO ZERO by Pedro B Santana

E se hoje fosse o ponto zero da sua vida, o que você faria? Essa pergunta não sai da minha cabeça, eu não paro de refletir nela. Se hoje você pudesse nascer de novo, deixando para trás todas as coisas e avançando para um novo alvo o que você faria?, em Filipenses 3:13-14 fala:13 Irmãos, não penso que eu mesmo já o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me das coisas que ficaram para trás e avançando para as que estão adiante, 14 prossigo para o alvo, a fim de ganhar o prêmio do chamado celestial de Deus em Cristo Jesus.

Para tudo e olhe a sua volta: como tem sido a sua vida? É essa a vida que você sempre sonhou e sempre buscou? A verdade é que se os nossos olhos não estiverem fixos em Jesus nossas vidas não será da forma como sempre sonhamos, mas porque? Porque não estaremos vivendo aquilo que nascemos para fazer, que primeiramente é adorar e o louvar o nome de Jesus Cristo, segundo porque Deus tem planos perfeitos para a nossa vida e melhor do que ninguém até de nós mesmos Ele sabe o que é bom e perfeito para nós. Agora para tudo novamente e coloque o seu coração diante de Deus por alguns instantes e pense nessas minhas perguntas.

Eu tenho gastado um tempo em cima disso e te respondo: Essa não tem sido a vida que eu sempre sonhei e sempre busquei, não tem a ver com os bens materiais e com as grandes conquistas, tem a ver que eu entendi que Jesus precisa ser o centro da minha vida e os meus olhos precisam estar fixos nEle, por isso eu voltei meu coração para Cristo e fixei meus olhos ainda mais nEle para que daí eu possa viver a boa e agradável vontade de Deus, meu alvo é Cristo e todas as outras coisas me serão acrescentadas. Quero encorajar você hoje a fixar seus olhos em Cristo, abandonar tudo aquilo que você entende como certo e errado e se render ao temor de Deus na sua vida, vivendo assim da forma como Deus sempre sonhou para você, mas eu te digo seja forte e corajoso e não desista na primeira dificuldade, mas coloque ela diante de Cristo.

Faça hoje o seu ponto zero e fixe os seus olhos em Cristo Jesus

Uma pequena reflexão – oração de Davi

(Referência: Salmos 144:11-15, transcrito no final do texto)

Você pode achar que nossas atitudes afetam apenas a nós mesmo, isso é uma grande mentira. Nossas decisões e ações são como uma pedrinha bem pequena atirada na água que reverbera por toda a nossa volta.

Quanto mais cedo decidimos ter Deus como nosso Senhor através da declaração de que Jesus é Rei e que ressuscitou dos mortos para nos reconectar com Deus Pai, mais frutos bons e de justiça colheremos. Faremos boas escolhas.

Voltando a pedrinha no lago, quantas vezes falamos “nunca fizemos ou falamos isso ou aquilo na frente do nosso filho e ele está reproduzindo exatamente igual”. Quantas vezes vemos problemas perpetuarem por gerações?

Se queremos ter como resultado bons frutos, Davi através desse Salmos nos mostra o caminho das pedras. No versículo 11 ele ora para que Deus o livre das mãos dos filhos estranhos, em outra tradução diz ““Dá-me libertação; salva-me das mãos dos estrangeiros, que têm lábios mentirosos”e continua “cuja a mão direita é a destra da iniquidade” outras traduções falam sobre mão de falsidade. Ou seja, Davi ora para que Deus o livre de más companhias, de pessoas que enganam e que não tem cerimônia nenhuma quanto a quebra de valores do Reino de Deus que tem a ver com amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fé, brandura, temperança. Ao contrário, cultivam a imoralidade sexual, a impureza, as ações indecentes, a adoração a outros deuses, feitiçarias, inimizades, brigas, ciúmes, acessos de raiva, ambição egoísta, desunião, divisões, invejas, bebedeiras, farras e outras coisas parecidas com essas.

Se nossas conversas e comportamentos tem mais a ver com a segunda lista do que com a primeira, talvez precisamos avaliar se não estamos andando com “filhos estranhos”. Já é provado que muitos dos nossos pensamentos e comportamentos estão ligados ao ambiente que decidimos conviver. Assim como Davi, peça a Deus que te ajude a encontrar boas companhias, pessoas que te ajudam a crescer, pessoas que ajudam a forjar a sua vida. Tenha Jesus como Senhor e você será bem aventurado, agraciado, Davi descreve alguns benefícios e resultados:

“Para que nossos filhos sejam, como plantas, bem-desenvolvidos na sua mocidade; para que as nossas filhas sejam como pedras de esquina lavradas, como colunas de um palácio; para que as nossas despensas se encham de todo o provimento; para que os nossos gados produzam a milhares e a dezenas de milhares em nossas ruas; para que os nossos bois sejam fortes para o trabalho; para que não haja nem assaltos, nem saídas, nem clamores em nossas ruas.” Salmos 144:12-14 ARC

Observe suas pedrinhas, quais tem atirado no lago. Peça sabedoria para escolher bem porque mesmo que seja no “secreto” a pedrinha vai reverberar. E aí é aquilo, não adianta plantar mamão e querer colher laranja!

Oro para que Deus, nosso Pai, nos livre das mãos dos filhos estranhos, cuja boca fala vaidade e cuja mão direita é a destra da iniquidade. Em nome de Jesus.

“Livra-me e tira-me das mãos dos filhos estranhos, cuja boca fala vaidade e cuja mão direita é a destra da iniquidade. Para que nossos filhos sejam, como plantas, bem-desenvolvidos na sua mocidade; para que as nossas filhas sejam como pedras de esquina lavradas, como colunas de um palácio; para que as nossas despensas se encham de todo o provimento; para que os nossos gados produzam a milhares e a dezenas de milhares em nossas ruas; para que os nossos bois sejam fortes para o trabalho; para que não haja nem assaltos, nem saídas, nem clamores em nossas ruas. Bem-aventurado o povo a quem assim sucede! Bem-aventurado é o povo cujo Deus é o Senhor!”
‭‭Salmos‬ ‭144:11-15‬ ‭ARC‬‬

ALEGRIA

Tenho pensado muito sobre essa palavra: ALEGRIA. Acho que o fato de estarmos vivendo uma época estranha da vida, onde nossas relações foram alteradas, nosso comportamento também se alterou, não temos mais liberdade plena para ir e vir, tudo isso tem gerado ansiedade por não saber como será o amanhã, medo de algo que não vemos, medo de ficar doente, medo de contribuir para a doença do outro todos esses fatores trazem como resultado o roubo da alegria, se é que tínhamos de verdade ou se apenas nos contentávamos com fatores externos.

Alegria é um estado de contentamento, júbilo.

Se então a alegria é um estado comecei a refletir que não depende de fatores externos, mas sim depende de algo que vem de dentro para fora. Contentamento, gratidão, valores, visão.

Pra ter alegria precisamos de uma vida de verdade, olhar ao nosso redor e perceber o quanto somos agraciados, afinal a própria vida já é uma dádiva. Já parou pra pensar quantos fatores devem estar alinhados para que você esteja vivo? O problema é que temos sido insatisfeitos porque olhamos para fora e focamos no que não temos. Olhamos as redes sociais, a vida que assumimos como verdade e supomos que a vida do amiguinho é melhor do que a nosso, focamos nos fatores externos. Já parou para pensar que tudo isso é ilusão?

Então, qual é a chave para a alegria? Se você crê que Jesus é Senhor, que a Bíblia é a Palavra de Deus então continue a ler esse texto porque tudo será baseado nessas duas crenças.

Primeiro, a Bíblia fala que a ALEGRIA é um fruto do Espírito e como fruto deve ser buscada (GÁLATAS 5:22).

Em João 15:11 Jesus diz que para que nossa alegria seja completa devemos:

• Permanecer no seu amor

• Guardar os mandamentos (valores ditos por Deus) – (veja também Salmos 97:11)

Em Filipenses 3:3 Paulo (apóstolo) fala para não colocarmos nossa confiança na nossa carne, ou seja, em nosso conhecimento, nossos títulos ou no que pensamos a respeito das coisas, mas ao contrário, devemos nos alegrar em Jesus (permanecer no seu amor) e naquilo que nos ensina (guardar os mandamentos).

Nessa mesma carta Paulos nos dá passos práticos para isso (Fillipenses 4:4-7), atitudes que nos trará a paz de Deus e consequentemente alegria.

Ele diz: “Alegrar sempre no Senhor” e em seguida diz o como:

• Não estando ansioso. Como? ele mesmo responde dizendo para colocarmos TUDO diante de Deus através de ORAÇÃO e SÚPLICA. Em fé confiar que Ele faz com que TUDO coopere para o bem daqueles que o amam.

• Encher o nosso pensamento com tudo o que é bom, correto e de boa fama. Largar o negativismo, virar o copo e mudar a perspectiva (Filipenses 4:8). Ou seja, capturar o pensamento, mudar a direção dele.

Para finalizar, tire uns minutinhos e pense sobre a sua ALEGRIA, ela tem sido um estado ou tem sido um momento. Se perceber que está ansioso e descontente avalie seus pensamentos e se necessário mude o rumo. Reorganize sua vida e seus pensamentos e comece a colocar para dentro o que vai gerar vida, coloque suas preocupações diante de nosso Pai e confie que Ele dará sua paz, que excede todo entendimento.

E entenda, a alegria completa nunca virá de fatores externos!

Meu blog chama “o que tenho aprendido”e foi exatamente sobre isso que aprendi nas últimas semanas após me pegar em momentos de bastante ansiedade.

Existe esforço

Nos enganamos quando achamos que o Reino de Deus não demanda esforço. Confundimos nos esforçar para adquirir a salvação e nos esforçar para viver uma vida que agrade a Deus. Quanto ao primeiro a Bíblia diz que não demanda esforço porque qualquer coisa que fizermos nunca será suficiente para nos salvar, apenas a fé em Jesus, o filho de Deus que viveu como homem, levou nossos pecados na cruz, morreu e ressuscitou é capaz de fazer isso por nós. Então, a salvação não demanda esforço porque alguém, no caso Jesus já fez o que era necessário. Ninguém é bom o suficiente.

Dito isso, vamos ao esforço que o Reino de Deus demanda. Em Romanos 12:2 Paulo fala que para experimentarmos a boa, perfeita e agradável vontade de Deus precisamos renovar a nossa mente, sem essa renovação continuaremos vivendo de acordo com o que julgamos certo ou errado, bom ou ruim e vamos combinar que nem sempre o que “achamos” está alinhado com o que Deus julga ser certo ou errado, bom ou ruim.

Essa mudança de pensamento não vem por osmose, você não é transformado num ser com poderes para julgar no instante que por fé crê no filho de Deus, precisamos conhecer a Deus para que então possamos saber sua vontade.

Aqui entra o esforço que o Reino demanda para essa transformação de mente:

1. Amar ao Senhor: ““Amai ao Senhor, vós todos os que sois seus santos; porque o Senhor guarda os fiéis e retribui com abundância aos soberbos. Esforçai-vos, e ele fortalecerá o vosso coração, vós todos os que esperais no Senhor” (Salmos 31:23-24

2. Guardar os seus mandamentos: “E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele. Aquele que diz que está nele também deve andar como ele andou.” 1João 2:3-6 ARC

3. Viver segundo o Espírito: no momento em que em fé cremos que Jesus é o filho de Deus, recebemos o Espírito Santo que nos capacita a viver uma vida que agrade a Deus, esse mesmo Espírito intercede por nós com gemidos, esse mesmo Espírito nos traz revelações na Palavra e nos dá poder para vivermos de acordo com a vontade de Deus.

“Quero dizer a vocês o seguinte: deixem que o Espírito de Deus dirija a vida de vocês e não obedeçam aos desejos da natureza humana. Porque o que a nossa natureza humana quer é contra o que o Espírito quer, e o que o Espírito quer é contra o que a natureza humana quer. Os dois são inimigos, e por isso vocês não podem fazer o que vocês querem.” Gálatas 5:16-17 NTLH

“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo.” Atos 2:38 ARC

“Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra.” Atos 1:8 ARC

“E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis.” Romanos 8:26 ARC

“A mesma coisa aconteceu também com vocês. Quando ouviram a verdadeira mensagem, a boa notícia que trouxe para vocês a salvação, vocês creram em Cristo. E Deus pôs em vocês a sua marca de proprietário quando lhes deu o Espírito Santo, que ele havia prometido. Efésios 1:13

“E peço ao Deus do nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai glorioso, que dê a vocês o seu Espírito, o Espírito que os tornará sábios e revelará Deus a vocês, para que assim vocês o conheçam como devem conhecer.” Efésios 1:17 NTLH

Poderia aqui me estender, mas apenas termino dizendo que sozinho, sem o Espírito Santo não conseguimos agradar a Deus porque o nosso espírito é corrompido. Esse Espírito é que nos capacita, se ele nos capacita é porque tem uma parte que é nossa e esse é o esforço, demanda tempo e energia para estarmos diante de Deus para que Ele transforme nossa mente e assim possamos viver sua boa, perfeita e agradável vontade.

Por Rosana B Santana

A menina dos meus olhos

Os anjos cantam a liberdade dada, a sabedoria soprada em nossos pulmões.

Todos os dias vem sobre mim a imagem perfeita de ti, andando pelos meus pensamentos e consumindo todo o meu coração, me fazendo pensar sobre o certo e o errado, em ti eu me deleito e me rendo para todas as coisas, só assim entendo o que é certo e errado para mim, guardando todas as coisas como a menina dos meus olhos!

Deus vem falando muito comigo através do livro de provérbios sobre a sabedoria, o discernimento e o entendimento. A palavra de Deus nos fala que a sabedoria vale mais que o ouro e a prata e que ela nos guardará dos caminhos maus. Mas o que mais tem falado comigo é analogia da sabedoria ser a menina dos nossos olhos e Deus nos orientando para ficarmos longe da casa da mulher imoral. Em provérbios 7:1-2 fala: “Meu filho, siga os meus conselhos e grave na memória as minhas instruções.Obedeça aos meus mandamentos e você viverá feliz; guarde os meus ensinamentos como a menina dos seus olhos.” e logo depois no versículo 6-7 fala: “Certo dia, eu estava observando, da janela de minha casa,e vi um jovem sem juízo, sem a menor noção do que é certo e errado.”

O que vejo nessas duas passagens é que o Temor de Deus é o princípio da sabedoria e isso significa que precisamos nos render a Deus e entender que Ele é quem nos direcionará para o que é certo e errado. No versículo 7 fala que um jovem sem juízo e sem a menor noção do que é CERTO e ERRADO, mostra claramente que seu coração está voltado para si mesmo e para aquilo que entende como certo e errado, mas também nos mostra que ele não tem a menor noção, quando estamos longe de Deus começamos a cair no auto engano de que sabemos as melhores coisas para nós e isso é um problema porque não vemos o buraco que estamos nos enfiando e para os prazeres que estamos nos entregando e como é fácil sermos enganados, olha o que fala no versículo 8-21:

8 Ele vinha pela rua, junto à casa de certa mulher, andando de lá para cá, próximo da casa dela.
9 Era ao anoitecer, as sombras da noite se aproximavam, crescia a escuridão.
10 A mulher saiu para se encontrar com ele; ela era bem ousada, e com muita malícia tentou provocar o jovem com suas roupas de prostituta.
11 Ela era vulgar e atrevida, uma mulher que nunca para em casa;
12 ora está na rua, ora nas praças, ora nas esquinas, à espreita de homens para serem seus amantes.
13 Ela se aproximou do jovem, beijou-o e disse muito cinicamente:
14 “Tenho em casa a carne das ofertas de paz que hoje preparei no templo para cumprir meus votos.
15 Por isso vim procurá-lo e de repente você apareceu!
16 Minha cama está coberta com lindos lençóis de linho colorido, importados do Egito.
17 Minha cama está perfumada com mirra, aloés e canela.
18 Venha, vamos nos embriagar de carícias até o amanhecer; gozemos das delícias do amor!
19 Meu marido não está em casa, saiu para uma longa viagem
20 e, pela quantidade de prata que levou, não voltará antes da lua cheia”.
21 Assim, ela seduziu o jovem com suas palavras e o atraiu com sua conversa doce e mentirosa.

Isso nos mostra os caminhos que começamos a tomar e como é fácil sermos enganados pelo pecado e como isso pode gerar morte em nossas vidas. Mas em provérbios 9:10 fala:
10 O temor do Senhor é a chave da sabedoria, e o conhecimento do Santo é a verdadeira compreensão da vida.

E o que eu quero dizer com tudo isso é que a menina dos meus olhos nada mais é que a sabedoria que Deus derrama sobre mim e que nós como filhos devemos guardar, porque o princípio da sabedoria é o temor do Senhor e o temor do Senhor é nos rendermos e nos prostramos ao que o nosso Senhor diz como certo e errado, é entregarmos todos os nossos caminhos para ele e sermos guiados da melhor maneira possível, assim passaremos longe da casa da mulher imoral.

Por Pedro B. Santana