Uma pequena reflexão – oração de Davi

(Referência: Salmos 144:11-15, transcrito no final do texto)

Você pode achar que nossas atitudes afetam apenas a nós mesmo, isso é uma grande mentira. Nossas decisões e ações são como uma pedrinha bem pequena atirada na água que reverbera por toda a nossa volta.

Quanto mais cedo decidimos ter Deus como nosso Senhor através da declaração de que Jesus é Rei e que ressuscitou dos mortos para nos reconectar com Deus Pai, mais frutos bons e de justiça colheremos. Faremos boas escolhas.

Voltando a pedrinha no lago, quantas vezes falamos “nunca fizemos ou falamos isso ou aquilo na frente do nosso filho e ele está reproduzindo exatamente igual”. Quantas vezes vemos problemas perpetuarem por gerações?

Se queremos ter como resultado bons frutos, Davi através desse Salmos nos mostra o caminho das pedras. No versículo 11 ele ora para que Deus o livre das mãos dos filhos estranhos, em outra tradução diz ““Dá-me libertação; salva-me das mãos dos estrangeiros, que têm lábios mentirosos”e continua “cuja a mão direita é a destra da iniquidade” outras traduções falam sobre mão de falsidade. Ou seja, Davi ora para que Deus o livre de más companhias, de pessoas que enganam e que não tem cerimônia nenhuma quanto a quebra de valores do Reino de Deus que tem a ver com amor, alegria, paz, paciência, benignidade, bondade, fé, brandura, temperança. Ao contrário, cultivam a imoralidade sexual, a impureza, as ações indecentes, a adoração a outros deuses, feitiçarias, inimizades, brigas, ciúmes, acessos de raiva, ambição egoísta, desunião, divisões, invejas, bebedeiras, farras e outras coisas parecidas com essas.

Se nossas conversas e comportamentos tem mais a ver com a segunda lista do que com a primeira, talvez precisamos avaliar se não estamos andando com “filhos estranhos”. Já é provado que muitos dos nossos pensamentos e comportamentos estão ligados ao ambiente que decidimos conviver. Assim como Davi, peça a Deus que te ajude a encontrar boas companhias, pessoas que te ajudam a crescer, pessoas que ajudam a forjar a sua vida. Tenha Jesus como Senhor e você será bem aventurado, agraciado, Davi descreve alguns benefícios e resultados:

“Para que nossos filhos sejam, como plantas, bem-desenvolvidos na sua mocidade; para que as nossas filhas sejam como pedras de esquina lavradas, como colunas de um palácio; para que as nossas despensas se encham de todo o provimento; para que os nossos gados produzam a milhares e a dezenas de milhares em nossas ruas; para que os nossos bois sejam fortes para o trabalho; para que não haja nem assaltos, nem saídas, nem clamores em nossas ruas.” Salmos 144:12-14 ARC

Observe suas pedrinhas, quais tem atirado no lago. Peça sabedoria para escolher bem porque mesmo que seja no “secreto” a pedrinha vai reverberar. E aí é aquilo, não adianta plantar mamão e querer colher laranja!

Oro para que Deus, nosso Pai, nos livre das mãos dos filhos estranhos, cuja boca fala vaidade e cuja mão direita é a destra da iniquidade. Em nome de Jesus.

“Livra-me e tira-me das mãos dos filhos estranhos, cuja boca fala vaidade e cuja mão direita é a destra da iniquidade. Para que nossos filhos sejam, como plantas, bem-desenvolvidos na sua mocidade; para que as nossas filhas sejam como pedras de esquina lavradas, como colunas de um palácio; para que as nossas despensas se encham de todo o provimento; para que os nossos gados produzam a milhares e a dezenas de milhares em nossas ruas; para que os nossos bois sejam fortes para o trabalho; para que não haja nem assaltos, nem saídas, nem clamores em nossas ruas. Bem-aventurado o povo a quem assim sucede! Bem-aventurado é o povo cujo Deus é o Senhor!”
‭‭Salmos‬ ‭144:11-15‬ ‭ARC‬‬

Davi, homem segundo o coração de Deus

Muitas coisas se escrevem sobre o porque Davi foi um homem segundo o coração de Deus, já ouvi e acho até que fiz comentários do tipo: “apesar da lambanças de Davi, ele ainda foi considerado um homem segundo o coração de Deus”. Que comentário mais “fail” rsrsrsrs

Porque Davi era um homem segundo o coração de Deus? Simplesmente porque Deus disse que ele era, simples! Deus não nos deu grandes análises do porque, qualquer coisa que se fale ou escreva é pura conclusão própria, erradas? Talvez não, mas o fato é que Deus falou isso antes mesmo de Davi ser rei e em decorrência a desobediência de Saul. 1Samuel 13:13-14 diz que Saul desobedeceu ao Senhor e por isso seu reinado não seria perpetuo em Israel, logo em seguida Samuel diz que o senhor procurou um homem segundo seu coração e o designou líder do povo.

Davi era músico e pastor de ovelhas, literalmente, e nessa posição foi que o senhor estabeleceu o reinado de Davi e o considerou segundo seu coração. Davi nem sonhava que seria rei e muito menos que o Senhor procurou e achou nele alguém segundo seu coração. Isso não é incrível? O que Davi tinha de especial aos nossos olhos? NADA! Nem seu pai considerou que ele pudesse ser o ungido, e apresentou todos os filhos a Samuel, menos Davi.

Sem nem desconfiar, boa parte da vida de Davi foi um treinamento, o temor a Deus, o destemor dos ursos e leões. Ele desenvolveu suas habilidades e caráter enquanto tocava harpa e apascentava ovelhas, tarefas que pra ele eram corriqueiras.

Fico pensando se sou sábia para aprender enquanto vivo e mansa para estar exatamente onde devo nessa hora, sem reclamar. O Senhor nos treina e nos usa de formas que nunca sonhamos. Um dia olharemos para trás e veremos o quanto da nossa jornada se tornou ferramentas nas mãos do Senhor.

Ficar atento e tirar o máximo de aprendizado do presente é o mais sábio a fazer e assim como Davi, ter certeza de quem é nosso Senhor e do seu poder nos fará “matar leões”, “matar ursos” e  “matar golias”.

Ao invés de lamentar sobre nossa posição hoje, pergunte ao Espírito Santo o que podemos aprender, se disponibilize para Seu chamado. Deixe o Senhor te encontrar e dizer “já escolhi alguém pra essa tarefa, alguém segundo o meu coração”.

Lembre-se, Deus não chamou Davi de homem segundo seu coração porque Ele tinha feito tudo como Deus queria, mas o chamou bem antes porque tinha certeza de que Davi faria. Um coração manso e obediente é o que Deus procura.

‘Disse Samuel: “Você agiu como tolo, desobedecendo ao mandamento que o Senhor, o seu Deus, deu a você; se tivesse obedecido, ele teria estabelecido para sempre o seu reinado sobre Israel. Mas agora o seu reinado não permanecerá; o Senhor procurou um homem segundo o seu coração e o designou líder de seu povo, pois você não obedeceu ao mandamento do Senhor ”. ‘ 1 Samuel 13:13-14

‘Depois de rejeitar Saul, levantou-lhes Davi como rei, sobre quem testemunhou: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração; ele fará tudo o que for da minha vontade’ . ‘ Atos 13:22 

Sobre chegar atrasado e sentar na janelinha

Hoje o texto de 2 Samuel 6:12-16 chamou minha atenção por que fala sobre pegar o bonde andando e sentar na janelinha.

Esse capítulo fala sobre o dia que Davi buscou a arca da aliança para ficar na “cidade de Davi”, acontece que eles tiveram um imprevisto no meio do caminho e a arca acabou ficando na casa de uma outra pessoa, que segundo a narrativa, foi muitoooo abençoado. Davi sabendo disso, foi buscar a arca para ficar no lugar que ele tinha em mente e aqui começa a narrativa que chamou minha atenção.

Diz que Davi foi buscar essa arca com todo o entusiasmo e festa, o povo que o seguia também davam gritos de alegria ao som de trombetas. Davi pulava e dançava na presença do Eterno. Mical que era uma das esposas de Davi foi acompanhar a chegada da arca pela janela e ficou irritada com a dança e a alegria de Davi.

Quando chegou no lugar designado, Davi adorou a Deus e fez ofertas de paz, em seguida abençoou o povo e foi pra casa para abençoar sua família.

Acontece que antes mesmo dele fazer isso Mical passou um “sabão” em Davi por seu comportamento na frente do povo. E Davi respondeu “Na presença do Eterno, eu danço quanto quiser! Foi ele e não seu pai que me escolheu para ser rei e não há dúvida de que vou dançar para sua Glória”.

Já disse muitas vezes, não tem como não se alegrar na presença do Eterno, não tem como ser o mesmo! A alegria e a expressão corporal, verbal e de adoração fazem parte desse “estar na presença”. Mas muitas vezes somos Mical, decidimos “esperar a arca chegar” e quando ela chega, ao invés de celebrarmos com o povo, reclamamos do comportamento de quem está na presença do Senhor. Fazemos padrões do que é ou não aceito na presença do Deus Todo poderoso.

Quero fazer parte do povo que celebra e não do que assiste e critica e você? Chegar atrasado e sentar na janelinha não dá.