O Fluxo de um encontro com Jesus

Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores de impostos. Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse a Zaqueu: — Zaqueu, desça depressa, pois hoje preciso ficar na sua casa. Zaqueu desceu depressa e o recebeu na sua casa, com muita alegria. Zaqueu se levantou e disse ao Senhor: — Escute, Senhor, eu vou dar a metade dos meus bens aos pobres. E, se roubei alguém, vou devolver quatro vezes mais. Então Jesus disse: — Hoje a salvação entrou nesta casa, pois este homem também é descendente de Abraão. Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar quem está perdido.”
‭‭Lucas‬ ‭19:2, 5-6, 8-10‬ ‭NTLH‬‬

Imagino que naquela altura do campeonato Jesus já tinha despertado curiosidade em muita gente e por esse motivo todos queriam vê-lo. Os que se reconheciam necessitados, seja por estarem doentes ou atormentados queriam não apenas vê-lo, mas toca-lo e de alguma maneira ser alcançado pelo poder que carregava.

Seja pela curiosidade ou pela necessidade, o movimento em direção a Jesus acontecia.

Nesse texto específico vemos um chefe de cobradores de impostos se esforçando para ver quem era esse tal de Jesus. Acontece que ele foi notado pelo mestre, aquele que dentre o povo judeu era considerado pecador e portanto não merecedor dessa atenção foi notado. Jesus então se convida pra jantar na casa de Zaqueu. Nem sei como Zaqueu não caiu da árvore tamanha surpresa hahahaha o fato é que com MUITA alegria ele recebeu Jesus.

Em nenhum momento do texto Jesus o cobra de alguma postura ou atitude, mas a santidade e poder que Jesus carregava eram tão intensos que tudo o que estava fora do lugar tendia a entrar nos eixos. Em seu íntimo Zaqueu sabia que sua atitude enquanto chefe dos cobradores de impostos não condizia com a justiça e isso o constrangeu a se alinhar com aquele que anda em retidão. Jesus não levava só cura do corpo e do espírito, ele levava cura da alma que traz alinhamento com todo o resto. Jesus é portador de luz e quando a luz chega as trevas se dissipam.

Vivemos numa sociedade que discute muito o certo e o errado, se devemos fazer assim ou assado, acusamos pessoas de intolerância quando muitas vezes nos juntamos a conivência.

Como seguidores de Jesus, filhos do Deus da luz, portadores do Espírito Santo devemos viver como Jesus viveu. Carregar a luz que é própria daqueles que vivem alinhados com o Reino de Deus porque nesse caso, assim como Jesus, falaremos menos e viveremos mais e veremos mais transformações, não de acordo com nossas ideias, mas de acordo com aquilo que o próprio Deus está fazendo. Levaremos menos confusões e acusações e seremos mais portadores de luz e onde a luz chega as trevas se dissipam.

Busque a Deus em primeiro lugar, viva sua história no secreto com nosso Pai, tenha encontros com Jesus e transborde o Espírito Santo, isso sim fará diferença na sua esfera de amizades e atuação. O resultado pode ser como o de Zaqueu, arrependimento, entrega e salvação!

Um comentário sobre “O Fluxo de um encontro com Jesus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s