Uma Cura Interessante (João 9)

Depois de uma das discussões com os escribas e fariseus, Jesus se ausentou porque mais uma vez a intenção era matá-lo.

No caminho Jesus e os discípulos encontraram um cego de nascença, nesse momento eles perguntaram quem havia pecado, o cego ou seus pais. Uma pergunta um tanto engraçada já que se tratava-se um cego de nascença, mas vamos para frente, Jesus respondeu que nem ele e nem seus pais haviam pecado, mas que essa cegueira demonstraria a glória de Deus. O homem foi curado.

Esse homem não tinha visto quem o curou uma vez que Jesus usou um método bem criativo, ele cuspiu na terra, fez um barro e colocou nos olhos do homem e pediu para que ele fosse ao tanque de Siloé para se lavar. O homem fez o que Jesus falou e foi curado. Vida que segue (só que não).

Parece que ele era um cego conhecido porque no caminho as pessoas se questionavam se aquele era o cego que costumava mendigar. E ficou naquela de “é”, “não é” até que ele mesmo respondeu “sou eu sim!”, a segunda parte do questionamento foi sobre quem então o havia curado e o ex-cego sem cerimônia disse que tinha sido Jesus (aparentemente Jesus se apresentou) e descreveu todo o método utilizado.

Como de costume, após a cura esse homem foi levado aos fariseus e a saga das perguntas começou novamente, especialmente porque era sábado. Não bastando o interrogatório com o homem curado, chamaram também seus pais para confirmar o que tinha acontecido.

Jesus bugou o cérebro dos fariseus porque depois de tantas perguntas e terem constatado que de fato aquele homem era cego e agora enxergava, concluíram que então Jesus era pecador (porque a cura aconteceu num sábado) e digo que o cérebro bugou porque de novo eles perguntaram “mas como isso aconteceu mesmo”? O homem se irritou e disse que já tinha contado como tinha acontecido e finalizou “se é pecador não sei, o que sei é que era cego e agora vejo”.

Bom, essa é a história e quero destacar que um cara que passou a vida cego, teve contato com o salvador que trouxe cura não só para cegueira física, mas também para a cegueira espiritual, sei disso porque ele passou a enxergar o que supostamente os fariseus deveriam ver, as realidades do Reino de Deus.

O cego que não enxergava viu as verdades espirituais e os fariseus que enxergavam estavam cegos espiritualmente. Leiam o diálogo e vocês vão perceber com quem estava a sabedoria.

Essa é a beleza do evangelho, parece loucura para os que se dizem sábios e alcança os de coração vulnerável (1 Coríntios 3:18; Salmos 34:18).

A pergunta que fica é: quem sou eu nessa história?

1. Aquele que não consegue ver além do padrão formatado, que não enxerga as maravilhas do Pai se não acontece da maneira que entende ser o “correto”, que está mais preocupado com as regras?

2. Ou o vulnerável que reconhece que os caminhos do Senhor são muito maiores do que os nossos, que reconhece que precisa de ajuda e consegue reconhecer os movimentos de Jesus mesmo que sejam fora do esperado?

A melhor maneira de saber se estamos decifrando direito é desenvolvendo um relacionamento íntimo com o criador onde ouvimos a voz do bom pastor e seguimos mesmo sem entender. Damos glória a Deus Pai por cada centímetro da nossa vida sem questionar o método.

Apenas conhecer de maneira racional Jesus e seu Reino não te faz íntimo de Deus e com isso te faz cego para aquilo que Ele faz. Viva as realidades do Reino de Deus através da fé e confiança naquele que fez o céus e a Terra e que o Espírito Santo traga cada vez mais entendimento espiritual (revelação) e a cada revelação você possa dizer: “uma coisa eu sei, eu era cego e agora vejo”.

“O homem respondeu: — Eu já disse, e vocês não acreditaram. Por que querem ouvir isso outra vez? Por acaso vocês também querem ser seguidores dele? Então eles o xingaram e disseram: — Você é que é seguidor dele! Nós somos seguidores de Moisés. Sabemos que Deus falou com Moisés; mas este homem, nós nem mesmo sabemos de onde ele é. Ele respondeu: — Que coisa esquisita! Vocês não sabem de onde ele é, mas ele me curou. Sabemos que Deus não atende pecadores, mas ele atende os que o respeitam e fazem a sua vontade. Desde que o mundo existe, nunca se ouviu dizer que alguém tivesse curado um cego de nascença. Se esse homem não fosse enviado por Deus, não teria podido fazer nada. Eles disseram: — Você nasceu cheio de pecado e é você que quer nos ensinar? E o expulsaram da sinagoga. Jesus ficou sabendo que tinham expulsado o homem da sinagoga. Foi procurá-lo e, quando o encontrou, perguntou: — Você crê no Filho do Homem? Ele respondeu: — Senhor, quem é o Filho do Homem para que eu creia nele? Jesus disse: — Você já o viu! É ele que está falando com você! — Eu creio, Senhor! — disse o homem. E se ajoelhou diante dele.”
‭‭João‬ ‭9:27-38‬ ‭NTLH‬‬

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s