Amor ao próximo – levei uma lambada (Lucas 10:25-37)

Esse é o tema principal da mensagem de Jesus, o amor é o combustível no Reino de Deus. Embora tenham reduzido o amor a sentimento, Jesus ensina que amar vai além do sentir algo pelo próximo, envolve diretamente ação. Pensando sobre isso me perguntei quem são as pessoas que Deus tem me chamado para amar.

Depois de ler, refletir, perguntar saí de casa para academia e no caminho em um dos semáforos parei no sinal fechado, uma pessoa estava na esquina parada, parecia embriagada (era 8 e pouco da manhã), de repente nesse intervalo entre o sinal fechado e aberto, veio um outro homem e deu um tapa horroroso no rosto desse senhor e arrancou a mochila que ele segurava. Não sei se esse senhor tinha roubado ou se quem deu o tapa foi quem roubou, realmente não sei, parecia ser a primeira opção. Fiquei chocada!

Continuei meu caminho, chego em outro semáforo, SAMU interditando a rua, pessoas ajudando com o trânsito e quando vejo, uma pessoa estirada no chão, parecia ter sido atropelada. O primeiro choque nem tinha passado ainda, me choquei novamente, foi quando o Espírito falou comigo: “você me perguntou quem tenho te chamado para amar e eu digo que é só olhar ao seu redor, pessoas estão sofrendo, sendo escravizadas, estão doentes, sem perspectiva. Escolha amar todos que passam por você! Seja luz, foi pra isso que te chamei. Abra seu coração para o necessitado.”

Acho que levei uma lambada!

Jesus amou quem passou por ele e é isso que tenho que fazer! O que percebo é que vivemos num tempo de tanta individualidade que até os que estão literalmente ao nosso redor não conseguimos amar. Quem são as pessoas que tem precisado da sua ajuda e as ocupações diárias tem feito você estar sempre indisponível? Tenho feito essa análise e buscado estar atenta. Te convido a fazer o mesmo.

Leia a parábola abaixo e você entenderá:

“Um mestre da Lei se levantou e, querendo encontrar alguma prova contra Jesus, perguntou: — Mestre, o que devo fazer para conseguir a vida eterna? Jesus respondeu: — O que é que as Escrituras Sagradas dizem a respeito disso? E como é que você entende o que elas dizem? O homem respondeu: — “Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com todas as forças e com toda a mente. E ame o seu próximo como você ama a você mesmo.” — A sua resposta está certa! — disse Jesus. — Faça isso e você viverá. Porém o mestre da Lei, querendo se desculpar, perguntou: — Mas quem é o meu próximo? Jesus respondeu assim: — Um homem estava descendo de Jerusalém para Jericó. No caminho alguns ladrões o assaltaram, tiraram a sua roupa, bateram nele e o deixaram quase morto. Acontece que um sacerdote estava descendo por aquele mesmo caminho. Quando viu o homem, tratou de passar pelo outro lado da estrada. Também um levita passou por ali. Olhou e também foi embora pelo outro lado da estrada. Mas um samaritano que estava viajando por aquele caminho chegou até ali. Quando viu o homem, ficou com muita pena dele. Então chegou perto dele, limpou os seus ferimentos com azeite e vinho e em seguida os enfaixou. Depois disso, o samaritano colocou-o no seu próprio animal e o levou para uma pensão, onde cuidou dele. No dia seguinte, entregou duas moedas de prata ao dono da pensão, dizendo: — Tome conta dele. Quando eu passar por aqui na volta, pagarei o que você gastar a mais com ele. Então Jesus perguntou ao mestre da Lei: — Na sua opinião, qual desses três foi o próximo do homem assaltado? — Aquele que o socorreu! — respondeu o mestre da Lei. E Jesus disse: — Pois vá e faça a mesma coisa.”

Lucas 10:25-37 NTLH

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s