As tentações – Gênesis 3 X João 4

É incrível como Deus reproduz em cenários diferentes o Éden, quando conseguimos ter essa macrovisão compreendemos porque Jesus é chamado de segundo Adão.

Adão e Eva no Éden, Jesus no deserto, ambos tentados pela serpente. Embora tivesse um cenário diferente, a serpente não é muito criativa e utilizou o mesmo artifício em ambos os casos, atacar a identidade de filhos de Deus. Leiam Gênesis 3 e João 4 para entenderem a história da queda da humanidade e da vitória de Jesus sobre a serpente.

Em momentos de incertezas e crises, a primeira coisa que o maligno ataca é a nossa identidade de filhos de Deus. Talvez por isso Jesus nos ensina a orar pedindo ao Pai que nos livre do maligno e não dos problemas. Ele mesmo foi tentado num momento de crise/aflição, a crise no caso era a fome após 40 dias de jejum, e por isso sabe bem onde está a problemática da situação.

Jesus disse que teríamos aflições ou problemas, pode usar o termo que quiser, mas nos advertiu que se ele venceu também poderíamos vencer, não por nossa própria capacidade, mas pela ajuda do seu Espírito que habita em nós. Se dependêssemos do nosso esforço, com certeza seríamos derrotados!

Com a morte e ressurreição de Jesus recebemos seu Espírito e esse nos capacita a vencer. O Espírito Santo que habita em nós nos lembra de nossa identidade de filhos (Romanos 8).

Em momentos de crise, qual tem sido a sua resposta? Você tem cedido às investidas do maligno e pegado um atalho na esperança que o problema se resolva de forma mais “prática”? Ou tem permanecido em sua identidade de filho e esperado pelo socorro dos anjos? (João 4:11)

Meus irmãos, sintam-se felizes quando passarem por todo tipo de aflições. Pois vocês sabem que, quando a sua fé vence essas provações, ela produz perseverança. Que essa perseverança seja perfeita a fim de que vocês sejam maduros e corretos, não falhando em nada!”

Tiago 1:2-4 NTLH

“Se em vocês vive o Espírito daquele que ressuscitou Jesus, então aquele que ressuscitou Jesus Cristo dará também vida ao corpo mortal de vocês, por meio do seu Espírito, que vive em vocês.

Porque o Espírito que vocês receberam de Deus não torna vocês escravos e não faz com que tenham medo. Pelo contrário, o Espírito torna vocês filhos de Deus; e pelo poder do Espírito dizemos com fervor a Deus: “Pai, meu Pai!”

O Espírito de Deus se une com o nosso espírito para afirmar que somos filhos de Deus.”

Romanos 8:11, 15-16 NTLH

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s