Parte Ativa: CRER

Quando pensamos em Páscoa o que vem primeiro a nossa mente? O sacrifício de Jesus? A morte dele naquela cruz? O sofrimento? A ressurreição? Pensando obviamente que você associa a data a Jesus e não ao comércio de chocolates, aliás aqui quero fazer um parênteses e uma pergunta, aos que são pais, o seu entusiasmo nessa época com seu filho é mais sobre ele encontrar os ovos de chocolate ou a ensinar o tremendo sacrifício de Jesus por nós? Enfim….

Semanas atrás estava na igreja e era dia de Ceia, o dia em que tomamos o vinho e comemos o pão, eu imediatamente pensei na Páscoa. Pensei sobre a cobertura do sangue que nos salva da morte. Não apenas uma morte física, mas espiritual que é a pior de todas as mortes porque nos separa de Deus.

A Páscoa já existia entre os judeus e era uma comemoração ao dia em que Deus salvou os hebreus da morte. Lembra das pragas do Egito? Uma delas é que o anjo da morte passaria e mataria todos os primogênitos desde os filhos até os animais, só seriam salvos aqueles que tivessem colocado no batente da porta o sangue do cordeiro. Essa era a Páscoa, pois depois desse evento o povo foi liberto da escravidão no Egito (Êxodo 12:1-14).

Em Jesus a Páscoa mudou de conotação e trouxe salvação não só aos primogênitos, mas para todos os que são cobertos por seu sangue. O sangue de Jesus foi derramado, mas a morte não o deteve, ele ressuscitou para que tivéssemos vida, apenas sua morte não traria benefício nenhum, muitos morreram em nome de algo “bom”, mas o único que ressuscitou e que tem a capacidade de com seu sangue nos livrar da morte é JESUS.

Então qual é a parte ativa dessas histórias e o que competia ao povo e o que compete a nós?

Lá no Egito a parte ativa era colocar o sangue no batente, assim o anjo da morte passaria reto e não entraria naquela casa. Hoje, a parte ativa é em fé CRER que Jesus é o Cristo, o filho de Deus que morreu e ressuscitou para que não morrêssemos, mas tivéssemos vida. O selo do Espírito Santo é colocado nos que creem e o anjo da morte espiritual não nos destruirá e assim como Jesus ressuscitou, nós também ressuscitaremos com ele.

A parte ativa é apenas crer, fazer boas obras não nos aproxima de Deus, mas as praticamos quando somos salvos pelo sangue do cordeiro. Cumprir regras não nos salva, mas quando cremos temos o desejo de agradar a Deus e o conhecer, desenvolver o seu caráter.

A parte ativa é CRER e não FAZER!

Somos salvos pela graça, ou seja, algo que recebemos gratuitamente não pagamos por isso, quem pagou foi Jesus com seu sangue!

“Depois do jantar, do mesmo modo deu a eles o cálice de vinho, dizendo: — Este cálice é a nova aliança feita por Deus com o seu povo, aliança que é garantida pelo meu sangue, derramado em favor de vocês.”
‭‭Lucas‬ ‭22:20‬ ‭NTLH‬‬

“Mas, pela sua graça e sem exigir nada, Deus aceita todos por meio de Cristo Jesus, que os salva.”
‭‭Romanos‬ ‭3:24‬ ‭NTLH‬‬