Sobre chegar atrasado e sentar na janelinha

Hoje o texto de 2 Samuel 6:12-16 chamou minha atenção por que fala sobre pegar o bonde andando e sentar na janelinha.

Esse capítulo fala sobre o dia que Davi buscou a arca da aliança para ficar na “cidade de Davi”, acontece que eles tiveram um imprevisto no meio do caminho e a arca acabou ficando na casa de uma outra pessoa, que segundo a narrativa, foi muitoooo abençoado. Davi sabendo disso, foi buscar a arca para ficar no lugar que ele tinha em mente e aqui começa a narrativa que chamou minha atenção.

Diz que Davi foi buscar essa arca com todo o entusiasmo e festa, o povo que o seguia também davam gritos de alegria ao som de trombetas. Davi pulava e dançava na presença do Eterno. Mical que era uma das esposas de Davi foi acompanhar a chegada da arca pela janela e ficou irritada com a dança e a alegria de Davi.

Quando chegou no lugar designado, Davi adorou a Deus e fez ofertas de paz, em seguida abençoou o povo e foi pra casa para abençoar sua família.

Acontece que antes mesmo dele fazer isso Mical passou um “sabão” em Davi por seu comportamento na frente do povo. E Davi respondeu “Na presença do Eterno, eu danço quanto quiser! Foi ele e não seu pai que me escolheu para ser rei e não há dúvida de que vou dançar para sua Glória”.

Já disse muitas vezes, não tem como não se alegrar na presença do Eterno, não tem como ser o mesmo! A alegria e a expressão corporal, verbal e de adoração fazem parte desse “estar na presença”. Mas muitas vezes somos Mical, decidimos “esperar a arca chegar” e quando ela chega, ao invés de celebrarmos com o povo, reclamamos do comportamento de quem está na presença do Senhor. Fazemos padrões do que é ou não aceito na presença do Deus Todo poderoso.

Quero fazer parte do povo que celebra e não do que assiste e critica e você? Chegar atrasado e sentar na janelinha não dá.

Aproxime-se de mim

Estava escutando uma música que gosto bastante, que diz (em tradução livre):

“Aproximem-se de mim; Para eu me aproximar de Você; Puxe as cordas do meu coração; Pois eu anseio por responder a você; Fiz um lugar pra vc aqui, então venha; Todas as coisas são possíveis pra você, então venha”

Estava pensando nos momentos de adoração que temos e o que eu tenho pedido. Essa música expressa o desejo do meu coração em cada música que canto. Eu desejo a presença do SENHOR, porque é um lugar tão bom de estar! Minha intimidade com Ele tem me levado a lugares que não imaginava. Todas as vezes quando dirijo a adoração eu fico com um frio na barriga porque não quero que seja fingido, quero, desejo a presença do Deus vivo, eu oro comigo mesma, menos de mim e mais de você e me sinto livre. Livre pra adorar, pra expressar, pra receber e pra dar. Eu desejo que a atmosfera mude, que o Reino venha, que o Espírito flua. Esse é o meu sentimento e meu coração tem queimado. Qual tem sido seu desejo?